Em Florianópolis, apenas 3% das viagens são feitas de bicicleta, de acordo com dados do Plamus

O serviço de bicicletas compartilhadas de Florianópolis, prometido desde 2009, deu um passo importante para sua implementação no ano passado: o edital que regula o serviço de concessão para as empresas interessadas em operar o sistema foi finalmente tornado público após ser anunciado pela Prefeitura. Apesar do atraso para a divulgação do documento, o secretário de Mobilidade Urbana de Florianópolis, Vinicius Cofferri, afirma que o prazo previsto para início de funcionamento, em novembro, está mantido.

— Seguimos com o mesmo prazo. Sabíamos da possibilidade de ajustes desde o início, por isso o cronograma foi montado com margens para as adaptações — reconhece Cofferri.

Segundo a Secretaria de Mobilidade Urbana, a demora foi causada por erros encontrados no edital, que precisaram ser corrigidos antes da liberação. O documento já havia sido publicado no Diário Oficial do Município na última segunda-feira, iniciando o prazo para a apresentação de propostas. As empresas pré-qualificadas para concorrer à operação do Floribike serão conhecidas no dia 8 de julho, quando ocorre a abertura dos envelopes com os projetos.

Por MARINA EMPINOTTI

Foto: Léo Cardoso / Agencia RBS